Painel do Associado

3ª edição do Geocarioca recebe 250 pessoas e homenageia Jacques de Medina

quarta-feira, 18 de dezembro de 2019 comentários

Organizada pelo Núcleo Rio da ABMS, a 3ª edição do Simpósio de Engenharia Geotécnica do Rio de Janeiro (Geocarioca 2019) aconteceu nos dias 5 e 6 de dezembro e recebeu cerca de 250 pessoas – 90 profissionais e 160 estudantes. O evento discutiu temas ligados à geotecnia local, dando destaque a três assuntos: Encostas, Solos Moles e Pavimentos. O Geocarioca 2019 foi realizado no auditório do Departamento de Estradas de Rodagem do Rio de Janeiro (DER-RJ), na cidade do Rio de Janeiro.

A interação entre moderadores do debate e o público foi um dos destaques. “Os 30 minutos de debate não foram suficientes para a intensa discussão gerada pelas apresentações dos palestrantes”, afirma o presidente do Núcleo Rio de Janeiro, Ian S. M. Martins.

Sessões de debate

No primeiro dia, a sessão de encostas abriu o evento abordando os “Aspectos relevantes em estudos de estabilidade”. Os engenheiros Robson Saramago, da Universidade Federal Fluminense, e Willy Lacerda, da COPPE-UFRJ e ex-presidente da ABMS, foram respectivamente o presidente da sessão e o coordenador de debates. Já na parte da tarde, pavimentação foi o tema discutido. Como presidente da sessão atuou o engenheiro Rogério Luiz Feijó, do DER-RJ, e como coordenador de debates o engenheiro Marcos Antônio Fritzen, da COPPE-UFRJ.

No segundo dia, a última sessão do Simpósio foi sobre argilas moles. Ian Martins, presidente do Núcleo Rio de Janeiro, foi o presidente da sessão. O engenheiro Sandro Sandroni, da PUC-Rio, atuou como coordenador de debates, ressaltando o nível internacional da sessão no que diz respeito ao comportamento de argilas moles saturadas. “As discussões de alto nível mostraram que, apesar do momento difícil pelo qual o país, e em particular o Rio de Janeiro, estão passando, continuamos com entusiasmo para seguir caminhando e praticando a boa engenharia”, segundo o presidente da sessão.

Homenagem

Para encerrar com chave de ouro o primeiro dia do Simpósio, a professora Laura Motta, da COPPE-UFRJ, apresentou o legado do professor Jacques de Medina. O engenheiro, pesquisador e professor, que teve papel fundamental na concepção e implantação do Laboratório Tecnológico do DER-RJ, foi responsável por criar as disciplinas de Mecânica dos Pavimentos e Propriedades Físico-Químicas dos Solos na UFRJ.

A professora Laura Motta destaca que o Brasil está lançando um novo método de dimensionamento de pavimento para estradas de rodagem, baseado nas pesquisas desenvolvidas pelo Professor Medina. Para homenageá-lo, o método foi nomeado MeDiNa (Método de Dimensionamento Nacional).

Geodesafio

A tarde do dia seis de dezembro foi dedicada aos estudantes, que participaram do Geodesafio. O jogo de perguntas e respostas sobre geotecnia, patrocinado este ano pela Geobrugg, foi dividido em duas categorias: graduação e pós-graduação. Entre as equipes participantes estavam alunos da Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro, da Universidade do Estado do Rio de Janeiro, da Universidade Veiga de Almeida e da Universidade Federal do Rio de Janeiro.

Na categoria Graduação, a equipe da UFRJ foi a campeã. Já na categoria pós-graduação, os alunos da PUC-Rio levaram o prêmio. Cada integrante das equipes vencedoras recebeu como prêmio um vale no valor de R$ 500,00 para compra de livros na Oficina de Textos e um kit presente da Geobrugg.

Para o Núcleo Rio de Janeiro, a gincana tem se tornado um excelente meio de mostrar aos jovens a importância da geotecnia. “Além de educativo, o Geodesafio fomenta a confraternização e o respeito, chamando a atenção dos jovens para a geotecnia e para importância de se afiliar a uma associação que a represente”, conforme sentimento unânime da diretoria do Núcleo.

A diretoria da ABMS-NRRJ agradece a presença dos engenheiros Alexandre Gusmão, presidente da ABMS Nacional, Ricardo Severo, presidente do Núcleo Nordeste e Uberescilas Polido, presidente do Núcleo Espírito Santo, que prestigiaram o evento. Para a diretoria, o Geocarioca 2019 superou as expectativas. “Encerramos este primeiro ano da gestão com um saldo positivo”.

 

Acesse aqui, e veja mais fotos do Geocarioca 2019.


Comentários


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *