Painel do Associado

Aldo da Cunha Rosa: Viaduto no Rio homenageia importante geotécnico brasileiro

quarta-feira, 29 de junho de 2016 comentários

aldorosa-internaO viaduto localizado junto ao Morro do Outeiro e no entroncamento das avenidas Salvador Allende e Abelardo Bueno, no Rio de Janeiro, receberá o nome de viaduto Engenheiro Aldo da Cunha Rosa, em homenagem ao grande engenheiro geotécnico nascido no Mato Grosso do Sul. A inauguração acotnecerá em breve, ainda sem data definida. Na foto, Aldo à esquerda com os netos, a esposa e o filho Renato.

Conhecido por sua simplicidade, humildade diante do conhecimento humano e pelo constante auxílio na formação humana e pessoal de inúmeros engenheiros com os quais interagiu, Algo da Cunha Rosa participou diretamente de mais de 1.500 projetos públicos e privados durante seus mais de 50 anos de carreira.

“Ele sempre foi enfático ao incentivar seus filhos na busca pelo conhecimento e pelo trabalho honesto e ético, seja em prol do país ou do próximo”, lembra Renato Cunha, filho de Aldo, presidente da Comissão Técnica de Fundações da ABMS e professor da Universidade de Brasília. A capacidade técnica do Aldo-Rosane-Leaengenheiro também impressionava. “Ficava admirada em ver como era capaz de proferir um diagnóstico técnico e solução expedita com um simples olhar do problema”, completa Rosane Cunha Maia Nobre, filha e engenheira atuante na área de engenharia ambiental”. Na foto à direita, Aldo, a filha Rosane e a esposa, Lea.

“Uma vez me confidenciou, com sua simplicidade de sempre, que um dia seu nome estaria em uma rua de favela do Rio. Sem nenhum desmerecimento, creio que o destino lhe reservou algo bem maior que isto. Talvez sem imaginar, ele prestou um último serviço à cidade que o acolheu”, declara Renato Cunha.

O engenheiro Aldo da Cunha Rosa

Aldo da Cunha Rosa nasceu em 1936 na cidade de Coxim, Mato Grosso do Sul. Estudou engenharia civil na Universidade Federal Fluminense entre 1956 e 1960. Seu primeiro emprego foi na empresa Tecnosolo SA, em 1961, onde trabalhou até 1967. Lá atuou em diversos projetos geotécnicos de contenção na cidade do Rio de Janeiro com um dos maiores ícones da geotecnia nacional, o Prof. Costa Nunes, fundador e diretor da Tecnosolo.

Em 1967, ingressou no antigo Instituto de Geotécnica, órgão da Prefeitura do Rio. Em 1971, tornou-se chefe dos serviços de projetos geotécnicos deste Instituto e, em 1973, chefe dos serviços de licenciamento de projetos. Entre 1975 a 1992 o então Instituto passou a ser a Diretoria de Geotécnica da Prefeitura, o que o alçou ao cargo de Diretor da Divisão de Projetos da Diretoria.

Em 1992, a Diretoria foi transformada na Fundação Georio da Prefeitura do Rio de Janeiro. Aldo foi o primeiro presidente da Fundação, entre 1992 e 1993. Aposentou-se em 2000 como Diretor da Diretoria de Fiscalização e Licenciamento.

Em 2006, fundou a empresa AC Rosa Consultoria de Engenharia Ltda, dando continuidade à prestação de serviços de consultoria, projeto e licenciamento de projetos de contenção na própria cidade do Rio de Janeiro e em outros locais, como Petrópolis, Teresópolis e Friburgo.

Ao longo de todo o período na Prefeitura e até seu falecimento, em 2014, atuou ativamente como projetista e consultor autônomo em obras de contenção públicas e privadas de empresas no Rio e fora. Sua larga experiência no assunto também o credenciou a participar na elaboração da NBR 5629 de ancoragens, em 1975, e da NB 11682 de estabilidade de taludes entre 1982 a 1990.


Comentários


Aldo da Cunha Rosa: Viaduto no Rio homenageia importante geotécnico brasileiro

  1. Bernadete Ragoni Danziger disse:

    Conheci o Aldo quando atuava, ainda muito jovem, na Franki, e ele na Diretoria de Geotécnica da Prefeitura. Com a coordenação da Engenheira Ana Margarida, da Serla, nos reuníamos, quinzenalmente, na elaboração da Norma de Estabilidade de Taludes. Foi muito bom conhecê-lo e desfrutar do conhecimento dele e do grupo, formado também pelo Waldemar Craizer, então da Tecnosolo, Luciano de Moraes, da Promon na época, e Dra. Carmem, do IPR/ DNER. Aprendi muito com todos eles e o convívio foi sempre muito agradável. Louvo a iniciativa da homenagem e parabenizo à familia, e ao Renato, em particular, pelo exemplo paterno e profissional.

  2. Quão bom poder ler uma notícia dessa, principalmente nos dias que estamos vivendo.
    Parabéns a toda a Família.

  3. Álvaro Viana disse:

    Bela e merecida homenagem! Parabéns à família.

  4. alberto.sayao disse:

    Obrigado à ABMS pela excelente notícia, e parabéns ao Renato e toda a família pela justa homenagem ao Aldo, que dedicou a carreira à engenharia carioca.
    Parabéns também ao Prefeito pela recente decisão de homenagear técnicos que contribuíram para melhorar a cidade do Rio de Janeiro.
    O último viaduto inaugurado no Rio recebeu o nome Presidente Itamar Franco.
    Terei orgulho em conhecer e trafegar pelo viaduto Engenheiro Aldo da Cunha Rosa.

  5. Renato Geraidine disse:

    Merecida homenagem ao Dr. Aldo pela sua dedicação profissional a engenharia geotécnica e também de preparar engenheiros nesta área com muito afinco e humildade.
    Parabéns à família.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *