Painel do Associado

Bernadete Danziger proferiu a 16º Palestra Milton Vargas em live composta por mulheres. Assista!

quinta-feira, 30 de julho de 2020 comentários

A 16º edição da tradicional Palestra Milton Vargas foi realizada em formato online este ano, com transmissão ao vivo pelos canais da ABMS. Para prestigiar e homenagear todas as engenheiras geotécnicas, o evento foi conduzido totalmente por mulheres. A live foi parte das comemorações dos 70 anos da ABMS. A engenheira Bernadete Danziger foi responsável por ministrar a palestra. Ela falou sobre o tema “Fundações em estacas: avanços recentes, consequências no projeto e no controle de execução”.

Como coordenadora do evento estava Ana Cristina Sieira, secretária executiva da ABMS. Já a mediação do debate ao final da apresentação ficou com a engenheira Neusa Mota, presidente da Comissão Técnica de Fundações da ABMS. Com uma audiência de cerca de 300 pessoas, o evento foi muito elogiado pelos internautas.

Ana Cristina Sieira iniciou a live relembrando a trajetória das mulheres geotécnicas na entidade e a participação delas nas presidências, principalmente, em Núcleos Regionais. Todos puderam acompanhar também os depoimentos deixados pelas três grandes geotécnicas Eda Quadros, Anna Laura Nunes e Maria Eugênia Boscov.

Muito honrada pela oportunidade de apresentar uma Palestra Milton Vargas, a engenheira Bernadete Danziger iniciou sua fala agradecendo e felicitando a ABMS. “Quero parabenizar a ABMS pelos 70 anos. Essa Associação que nos brinda com tantos eventos importantes e que faz parte da formação dos jovens engenheiros geotécnicos”, disse Bernadete.

Em sua apresentação, Bernadete abordou os avanços dos modelos de cálculos mais modernos, baseados na instrumentação de estacas modelo. Segundo ela, esses avanços permitem um conhecimento científico mais apurados nos processos envolvidos e na compreensão do que acontece no maciço de solo no entorno da estaca instalada.

Além disso, Bernadete mostrou como comparar os resultados alcançados com a prática brasileira e suas consequências. A palestrante também falou sobre a importância da avaliação do desempenho na redução das incertezas.

A presidente da Comissão Técnica de Fundações da ABMS, Neusa Mota, foi convidada a fazer a mediação do debate ao final. Além dos vários elogios à apresentação, o público deixou diversas perguntas nos comentários, que foram acuradas por Neusa e respondidas pela palestrante.

“Mesmo em um ambiente majoritariamente masculino, as geotécnicas sempre foram acolhidas com muito carinho na ABMS”, encerrou a palestrante. “Que a gente continue podendo aprender tanto com a nossa instituição”.

Como um gesto de agradecimento, a coordenadora Ana Cristina Sieira encerrou a live oferecendo flores virtuais à palestrante Bernadete Danziger e à mediadora Neusa Mota.

Assista aqui à gravação da Palestra Milton Vargas 2020:

 

 


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *