Painel do Associado

Cobramseg/SBMR 2016 é o foco da nova gestão do Núcleo

segunda-feira, 28 de janeiro de 2013 comentários

O primeiro ano da nova gestão do Núcleo Regional Minas Gerais da ABMS já começa com foco no Cobramseg 2016, que será sediado no estado. “Um dos principais objetivos será preparar o Núcleo para sediar o evento motivando os seus associados”, diz Ivan Libanio Vianna, presidente reeleito do Núcleo para o próximo biênio. Ivan Vianna é engenheiro civil há mais de 30 anos e faz parte da diretoria técnica da empresa Novasolo Engenharia (foto à esquerda).

Motivação é a palavra-chave do Núcleo para os próximos dois anos. Segundo Ivan, o número de associados nos últimos dois anos cresceu de 60 para 103, e se depender da nova gestão, vai crescer ainda mais. “Vamos continuar buscando também empresas da área para se tornarem associados coletivos da ABMS”, conta o presidente. “Além disso, vamos reforçar a nossa parceria com outras organizações e entidades como o Sinduscon-MG, ABECE (Associação Brasileira de Engenharia e Consultoria Estrutural), ABGE (Associação Brasileira de Geologia de Engenharia Ambiental) e Escola de Engenharia”.

A todo vapor

O ano mal começou e o NRMG já se organiza para vários eventos e encontros técnicos. Alguns deles serão o “Workshop sobre Ensaios de Campo”, o “Seminário de Seguros e Riscos em Fundações” e um evento que vai abordar contenções em áreas urbanas.
Já no segundo semestre de 2013, o núcleo mineiro da ABMS irá organizar o III Workshop Nacional de Uso de Martelo Hidráulico.

O reconhecimento da profissão

Para Ivan Vianna, o crescente número de profissionais na área da engenharia geotécnica é notável. De acordo com o presidente, o crescimento de profissionais mudou o meio técnico e melhorou também o próprio Núcleo. “Fui presidente do Núcleo Regional Minas Gerais há 25 anos e era bem diferente”, conta Ivan. “A comunidade geotécnica era muito pequena e com a tendência de ser muito fechada, e o número de associados também era muito menor. Na minha gestão há 25 anos, eram cerca de 30 associados”.  Segundo o presidente, o crescimento de profissionais na área e a contínua adesão de novos associados ajudaram a mudar e a diversificar esse cenário.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *