Painel do Associado

Cobramseg 2018 supera expectativas, com mais de 1.500 participantes e quase 1.000 trabalhos

segunda-feira, 10 de setembro de 2018 comentários

Mais de 1.500 participantes, 1.600 resumos inscritos, 950 trabalhos publicados, 275 artigos apresentados oralmente, 184 em formato pôster, 50 sessões técnicas, 44 palestras especiais nas sessões paralelas e mais de 30 palestras e intervenções nas plenárias: este é o Cobramseg 2018 expresso em números. O Congresso, realizado em Salvador de 28 de agosto a 1º de setembro, superou amplamente as expectativas dos organizadores. A Bahia acolheu a comunidade geotécnica, formada especialmente por jovens engenheiras e engenheiros, com a hospitalidade que caracteriza a cidade, primeira capital brasileira. Luciene Moraes, presidente da Comissão Organizadora do evento, assina este editorial em que apresenta um balanço do Cobramseg 2018.

“Quem esteve no Cobramseg 2018, em Salvador, terá certamente lembranças muito agradáveis para recordar no futuro. Ficamos todos impactados pelo número elevado das pessoas presentes ao Congresso. Mas o destaque maior, acredito, foi a excepcional presença da juventude. Recebemos várias centenas de estudantes de engenharia, de jovens engenheiros e, de modo especial, de jovens engenheiras, que pareciam representar grande parte do público.

E foi essa juventude que fez o Rockbowl registrar em Salvador a sua mais expressiva edição. O jogo de perguntas e respostas sobre Mecânica das Rochas movimentou o congresso. Pela primeira vez, o jogo recebeu 16 equipes – as edições anteriores contaram com oito apenas – e animou os jovens. Com salas lotadas, torcedores e jogadores se reuniram e se divertiram muito falando sobre Mecânica das Rochas. A equipe vencedora foi a Geotecnia EESC-USP, da USP São Carlos. Lucas Dornelles, da equipe UFRGS Rockers, foi o melhor jogador do RockBowl.

Foram realizados em Salvador cinco eventos simultâneos. Além do XIX Congresso Brasileiro de Mecânica dos Solos e Engenharia Geotécnica, que teve como tema central Geotecnia e Desenvolvimento Urbano, foram realizados paralelamente o VIII Simpósio Geojovem, o VIII Congresso Luso-Brasileiro de Geotecnia, o VIII Simpósio Brasileiro de Mecânica das Rochas e o V Simposio Panamericano de Deslizamientos.

Um dos destaques do Cobramseg 2018 foi a sessão composta apenas por mulheres, que debateu Geotecnia Ambiental. A sessão paralela que apresentou as normas técnicas que estão em processo de revisão também agradou muito o público.

Outro ponto positivo apontado pelos participantes foi a pontualidade para o início das sessões. Isso permitiu que os congressistas se organizassem e conseguissem assistir às sessões de maior interesse com tranquilidade.

Conferências especiais do Cobramseg

Como já é tradição, o Cobramseg 2018 trouxe a Conferência Pacheco Silva, que este ano teve como palestrante André Assis, ex-presidente da ABMS e professor titular da Universidade de Brasília, respeitado internacionalmente. Assis abordou as tendências e os desafios da gestão de risco em geotecnia.

A Victor de Mello Lecture foi ministrada por Norbert R. Morgenstern, engenheiro civil e professor da Universidade de Alberta, Canadá. O tema da palestra foi Geotechnical Risk, Regulation and Public Policy.

Prêmios acadêmicos da ABMS

Durante o Geojovem foram entregues os prêmios acadêmicos da ABMS. O Prêmio Fernando Emmanuel Barata, de melhor trabalho de conclusão de curso, foi recebido por Leonardo Vinícius Paixão Daciolo, autor do trabalho “Influência dos parâmetros de resistência de resíduos sólidos urbanos nas análises probabilísticas de estabilidade de taludes de um Aterro Sanitário”.
Já Ana Carolina Gonzaga Pires recebeu o Prêmio Icarahy da Silveira pela dissertação “Proteção de tubulações enterradas contra sobrecargas com utilização de geossintéticos”, eleita a melhor dissertação de mestrado. O vencedor do Prêmio Costa Nunes, de melhor tese de doutorado, foi Diego de Freitas Fagundes, com a tese “Modelagem centrífuga de aterros estruturados”.

Prêmios profissionais da ABMS

Os prêmios profissionais da ABMS foram anunciados durante a reunião do Conselho Diretor, que ocorreu no primeiro dia do congresso. O Prêmio José Machado distingue o melhor projeto geotécnico. O projeto vencedor foi “O Estudo de Caso da Barragem de Itabiruçu – Gestão de Risco Geotécnico de Barragens de Rejeito”, de autoria de Arsenio Negro Junior e André Pacheco de Assis – ex-presidentes da ABMS –, Felipe Figueiredo Rocha, Marilene Cristina Lopes, Makoto Namba e Marlísio Oliveira Cecílio Jr.

O projeto “Aterro Experimental para o Projeto do Novo Aeroporto Internacional da Cidade do México – Tratamento das Argilas Moles da Cidade do México com Uso de Sobrecarga Temporária à Vácuo, Associada à Drenos Verticais tipo StarDrain” recebeu menção honrosa do Prêmio José Machado. Os autores são Geraldo Guedes de Andrade, Lucas Pereira Cammarota e Luiz Guilherme de Mello.

José Fernando Thomé Jucá foi o vencedor do Prêmio Terzaghi, que destaca o autor do melhor trabalho ou do melhor conjunto de trabalhos publicados no Brasil.

Estamos bastante satisfeitos com os resultados do Cobramseg. Tivemos diversos feedbacks positivos, de pessoas relatando que aproveitaram muito o congresso. Recebemos a presença de profissionais reconhecidos internacionalmente e, por outro lado, uma participação muito grande de jovens. Isso é o Cobramseg, é a união de toda a comunidade, geotécnicos experientes e recém-formados convivendo no mesmo ambiente, trocando ideias e aprendendo juntos.

Nosso evento aconteceu em meio a uma das maiores crises econômicas por que passa o país e a área de construção civil. Mesmo assim, a crise não foi capaz de conter a força e a mobilização da comunidade geotécnica brasileira. A ABMS mostrou, mais uma vez, a sua força. Sinto-me honrada por ter participado da organização deste Cobramseg 2018 – uma experiência única cujos aprendizados eu levarei para sempre. Agradeço ao apoio da Diretoria Nacional da ABMS, ao apoio dos meus colegas da Bahia e do Nordeste e à confiança dos patrocinadores e, especialmente, agradeço a cada um dos 1.500 participantes deste nosso Congresso.

Muito obrigado! Vamos agora seguir adiante e fazer do Combramseg 2020, em Campinas (SP), um sucesso ainda maior.
Até breve!

Luciene Moraes
Presidente da Comissão Organizadora do Cobramseg 2018


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *