Conferência discute as lições do desastre natural ocorrido em 2008 em Santa Catarina

terça-feira, 25 de julho de 2017 comentários

acidente_portointerna

O Costão do Santinho, em Florianópolis, SC, será palco da VII Conferência Brasileira sobre Estabilidade de Encostas – Cobrae 2017, que acontece de 2 a 4 de novembro de 2017, com organização do Núcleo Paaná-Santa Catarina da ABMS (Associação Brasileira de Mecânica dos Solos e Engenharia Geotécnica). Um dos destaques do evento é a sessão especial de abertura cujo tema é O desastre natural de 2008 em Santa Catarina – Contexto Atual e Futuro.

Em 2008, centenas de escorregamentos de terra, rupturas e corridas de lama devastaram o litoral de Santa Catarina e o Vale do Itajaí. Foram dezenas de mortes e um grande prejuízo para a infraestrutura e a comunidade das cidades atingidas. A Cobrae se propõe a debater sobre as lições, as medidas tomadas até aqui e o que é preciso fazer para que eventos como aquele não voltem a acontecer, com a presença de profissionais da Defesa Civil, da ABMS e de outras entidades que atuaram no desastre de 2008.

Além deste tema, a Conferência vai reunir profissionais do Brasil e de outros países dedicados à estabilização de encostas para discutir questões técnicas e conhecer o que está sendo feito nos diversos estados brasileiros e em países como Itália – com a presença do especialista Luciano Picarelli – e a Suíça – com a presença de Lukas Rohrbach.

Minicursos

No dia que antecede o início da Cobrae, haverá cinco minicursos ministrados por profissionais renomados nas áreas de Sistemas de Estabilização e Proteção de Taludes Rochosos, Gestão e Mapeamento de Áreas de Risco de Movimentos de Massa, 2D & 3D Slope Stability Analysis, Muros e Taludes de Solos Reforçados – projeto e construção e Estabilização e Recuperação de Taludes com Técnicas de Engenharia Verde.

Confira aqui a programação completa da Cobrae 2017.

Foto tirada do acidente de Porto de Santana no ano de 2008.