Painel do Associado

Em meio à crise econômica que atinge também a pesquisa no Brasil, a ABMS reforça a importância do Fundo Costa Nunes

terça-feira, 30 de outubro de 2018 comentários

O Brasil vem enfrentando uma das piores crises econômicas de sua história. Além dos setores de engenharia, construção e infraestrutura em que a ABMS está inserida, a crise atinge também a pesquisa e o desenvolvimento. As principais entidades de fomento e amparo à pesquisa já adiantaram que grandes cortes podem ocorrer em 2019. Diante disso, a ABMS reforça a importância do Fundo Costa Nunes, que apoia atividades de desenvolvimento da geotecnia no país. Leia o editorial assinado por Alessander Kormann, presidente da ABMS.

“Em agosto deste ano, a Capes (Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior), o CNPq (Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico) e a Finep (Financiadora de Estudos e Projetos) anunciaram que cortes orçamentários previstos para 2019 podem levar a uma queda drástica nos investimentos em pesquisa no país e à redução da oferta de milhares de bolsas de estudos. Tudo isso reflexo da grave crise econômica que o Brasil enfrenta.

No entanto, sabemos que deixando de investir em pesquisa, desenvolvimento e qualificação profissional, o país está colocando de lado grandes potenciais. A história mostra que nações que cresceram e encontraram o caminho do desenvolvimento econômico valeram-se intensamente dos benefícios proporcionados pela pesquisa científica.

A ABMS, dentro do seu papel de contribuir para o estímulo da pesquisa científica e tecnológica e promover o intercâmbio de conhecimento, tem um instrumento importante que pode e deve ser mais utilizado por seus associados. Trata-se do Fundo Costa Nunes, que tem como objetivos incentivar o desenvolvimento da Geotecnia no país, prover recursos para viabilizar a premiação aos laureados com os prêmios da ABMS − que por sinal são muitas vezes o coroamento de atividades de pesquisa − e estimular a participação de representantes da ABMS em reuniões estatuárias de entidades internacionais como a ISSMGE, a ISRM e a ITA.

Sabemos que os recursos que a ABMS pode oferecer são limitados, mas é digno de nota que o Fundo Costa Nunes tem recebido poucos pedidos de apoio ao longo dos últimos anos. A Diretoria reforça portanto que o Fundo Costa Nunes está à disposição dos associados, encorajando a todos a utilizá-lo nos termos de seu regulamento, que pode ser acessado na página-web da associação.

O Fundo Costa Nunes representa mais um dos benefícios de ser associado da ABMS. Vamos aproveitá-lo!

Saudações,

Alessander Kormann
Presidente da ABMS

 

Imagem: TuiPhotoengineer/iStock.com


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *