Geocentro 2017 reúne público de diferentes regiões do Brasil

terça-feira, 28 de novembro de 2017 comentários

A 4ª edição do Geocentro atraiu tanto profissionais quanto estudantes da área de geotecnia. “Quase 300 pessoas participaram do evento, sendo 48% profissionais e 52% estudantes”, comentou Renato Angelim, presidente da comissão organizadora. A 4ª edição do Simpósio da Prática de Engenharia Geotécnica na Região Centro-Oeste (Geocentro 2017), organizado pelo Núcleo Regional Centro-Oeste da ABMS, aconteceu entre os dias 9 e 11 de novembro em Goiânia, Goiás.

“Conseguimos atingir o público pretendido. Contamos com a presença de pessoas de todas as regiões do Brasil. Essa diversidade é muito importante”, disse Angelim. O formato do Geocentro foi um pouco diferente dos demais, segundo o presidente da organização. Os minicursos foram organizados no auditório em formato de sala de aula e o público ficou bem confortável. “O local escolhido para a realização do evento ajudou a proporcionar um clima agradável e elegante”, completou.

Com o objetivo de disseminar conhecimento e troca de experiência nas áreas da Geotecnia, o simpósio abordou os assuntos em quatro diferentes sessões temáticas: geossintéticos & geotecnia ambiental, fundações: interação solo-estrutura, pequenas barragens de terra e de rejeitos, além de investigação de campo/prova de carga. “Buscamos tratar dos assuntos mais corriqueiros na geotecnia do Centro-Oeste, que muitas vezes são urgentes e polêmicos. Isso sem dúvida foi um diferencial do encontro”, ressaltou o presidente do evento.

Renato Angelim ainda destacou que o Geocentro recebeu 162 trabalhos (todos publicados nos anais do Geocentro 2107), dos quais 64 foram selecionados para serem exibidos e apresentados como pôsteres durante o coffee break do evento. “Foi algo bem bacana e uma boa oportunidade para as pessoas mostrarem seus trabalhos”.

Organização

De acordo com o presidente da comissão organizadora, o apoio do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) e dos patrocinadores (Maccaferri, Sete Engenharia, Carlos Campos Consultoria e Construções Limitada, Oportunidade de Valor, Sonaf, Incopre, Sistemas DYWIDAG, Mendes Lima e Penetron) foi essencial para o sucesso do Geocentro 2017.

O presidente do Geocentro agradeceu o empenho da direção do Núcleo Centro-Oeste da ABMS (gestão 2017-18) da qual também faz parte como secretário, juntamente com Luciano Fonseca (presidente), Cristiano Zandoná (tesoureiro), Carlos Petrônio (secretário geral) e André Brasil (vice-presidente), sendo o último presidente do comitê científico do evento. Além dos professores da UFG Maurício Sales, Márcia Mascarenha e Eder dos Santos, que participaram da comissão organizadora e da empresa QE – Eventos Especiais.

“Realmente foi um trabalho que exigiu muita dedicação. Mas ver tudo pronto e funcionando é muito gratificante. Nesse sentido, deixo meu agradecimento a toda a equipe”, finalizou Renato Angelim.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *