Infiltração é tema de cartilha para estudantes

segunda-feira, 26 de setembro de 2011 comentários

A cartilha “Meio Ambiente: Infiltração” é de autoria de José Camapum de Carvalho, ex-presidente do Núcleo Centro-Oeste da ABMS e professor da Universidade de Brasília, e da arquiteta Ana Cláudia Lelis, responsável por toda a ilustração. “Esta cartilha é para alunos de 1º a 5º ano do Ensino Fundamental”, conta Camapum. “A ideia é que o projeto de pesquisa seja voltado para o desenvolvimento tecnológico e científico mas que, ao mesmo tempo, dê elementos para que a sociedade tire proveito daquilo que estudamos”. Para que a cartilha esteja ao alcance de toda a sociedade, ela pode ser reproduzida, desde que sem fins lucrativos, sem custos relativos aos direitos autorais. Clique aqui para fazer o download do material. Camapum acredita que a eliminação das catástrofes é possível. “Não podemos eliminar o evento, a chuva, mas a catástrofe sim”, afirma. “E isso passa pela educação e orientação das pessoas”. Para o autor da cartilha, “não mudaremos nada se não for pela educação. E é por isso que trabalhamos neste projeto” cujo tema central é a infiltração das águas pluviais.

 

A Cartilha

O material é interativo. Existem partes nas quais as crianças podem colorir e desenhar, além de jogos. Uma das preocupações é com a ligação da cartilha com as mais variadas disciplinas. “A disciplinarização tornou-se uma característica”, afirma o professor. “Mas quando se trata de conhecimentos gerais, a transversalidade entre as matérias é essencial”.

Pensando nisso, os autores abriram espaço na cartilha para que os professores façam interferências e discutam outras questões com os alunos. Um exemplo dado por Camapum é a questão das normas, direitos e deveres constitucionais em relação ao meio ambiente, que são citados na cartilha. “A partir daí, o professor pode discutir as leis brasileiras”. A parte que trata da água remete a uma equação, que pode levar o professor a abordar a aritmética com as crianças.

Os autores abordam ainda assuntos que preocupam, como o lixo. “Um papel que é jogado na rua, por exemplo, pode causar alagamentos, uma vez que o lixo vai para o sistema de drenagem, atrapalhando seu funcionamento”, explica o professor. “E esses alagamentos podem gerar danos muitas vezes irreversíveis para a sociedade”.

A cartilha é parte do projeto de pesquisa Estruturas de Infiltração da Água da Chuva como Meio de Prevenção de Inundações e Erosões. O projeto é financiado pela Fundação de Apoio à Pesquisa do Distrito Federal (FAP/DF) e pelo Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq). A execução ficou por conta do Programa de Pós Graduação em Geotecnia da Universidade de Brasília. A Universidade Federal de Goiás também participou diretamente das pesquisas. E o apoio foi do REAGEO, Instituto Geotécnico de Reabilitação do Sistema Encosta-Planície.


Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *