Painel do Associado

Membros da ABMS participam de evento geotécnico

terça-feira, 17 de setembro de 2013 comentários

Estabilidade de taludes, erosão de solo, fundações, ensaios de campo, monitoramento a laser de áreas para fins de mapeamento e ocorrências carste foram alguns dos temas abordados no Seminário Tecnológico de Geotecnia, ocorrido no dia 10 de setembro de 2013 em Curitiba, no Paraná. O evento foi organizado pelo Instituto de Tecnologia para o Desenvolvimento (Lactec) e contou com as palestras de reconhecidos profissionais, dentre eles o secretário geral da ABMS e professor da Universidade Federal do Paraná, Alessander C. Morales Kormann, e o ex-presidente do Comitê de Mecânica das Rochas da ABMS, Milton Kanji. (Na foto: Alessander Kormann durante palestra)

O evento recebeu 80 participantes, dentre estudantes e profissionais de empresas de geotecnia e engenharia civil. Com a palestra “Investigações geotécnicas e verificação de desempenho de fundações: prática atual e tendências futuras”, Alessander Kormann discorreu sobre a importância do aprimoramento da prática em projetos de engenharia e obras. Já a palestra do ex-presidente do Comitê de Mecânica das Rochas da ABMS, Milton Kanji, teve como tema “Estabilidade de encostas rochosas e a influência dos aspectos geológicos”.

Entre os palestrantes, também participaram dois associados à ABMS: o professor Cezar Bastos, vice-diretor da Escolha de Engenharia da Universidade Federal do Rio Grande (FURG), com a palestra sobre Erosão; e o professor de engenharia civil da Pontifícia Universidade Católica do Paraná e um dos membros do conselho da ABMS, Luiz Russo Neto, com a palestra sobre Fundações.

Outras palestras, com temas como os conflitos socioambientais na ocupação da região cárstica na Região Metropolitana de Curitiba, também fizeram parte da programação, além das rodadas de debates. Para Rodrigo Moraes da Silveira, membro do Comitê Técnico do seminário, o encontrou foi bastante positivo. “Pelo retorno dos participantes, o seminário foi excelente e de grande aproveitamento para a área”, declara.

 


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *