Painel do Associado

Novo núcleo da ABMS começa suas atividades

segunda-feira, 28 de janeiro de 2013 comentários

julioalencarSendo o mais novo Núcleo da ABMS, o Núcleo Regional Norte, oficializado no dia 2 de janeiro de 2013, já tem projetos pela frente. O primeiro deles é um evento técnico-científico voltado aos profissionais da região, o GeoNorte, que o NRNO pretende realizar no segundo semestre de 2013 paralelamente ao XII Encontro de Geotecnia da Amazônia (EGAM), organizado pela Universidade da Amazônia (UNAMA). “O núcleo nortista da ABMS é o maior em abrangência territorial, envolvendo os estados do Acre, Amazonas, Pará, Amapá, Maranhão, Roraima, Rondônia e Tocantins”, conta o presidente do Núcleo, o engenheiro civil especializado em Geotecnia Júlio de Alencar. Júlio é consultor de projetos geotécnicos e professor associado da Universidade Federal do Pará (foto à esquerda).

 

De acordo com Júlio, o Núcleo Norte da ABMS não foi criado antes por dois principais motivos: dificuldades de comunicação e menor número de profissionais que atuassem na região. No entanto, de acordo com o presidente, essas barreiras já foram superadas. “A nossa região era a mais isolada nesse sentido porque as viagens eram muito caras. Hoje em dia está mais barato se deslocar de um estado a outro, e com a criação de programas de videoconferência pela internet a comunicação entre os profissionais fica mais fácil”, conta. Além disso, o próprio crescimento profissional da região tem aumentado. “Antes, obras de infraestrutura da região eram lideradas por profissionais do Sul, do Sudeste. Hoje já temos um maior número de engenheiros e geotécnicos que atuam na região, assim como uma maior integração entre eles”.

A integração dos profissionais da área técnica, inclusive, é um dos principais objetivos do NRNO – hoje, já em 23 associados. “Queremos discutir nossos problemas e desafios, bem como dar visibilidade a nossos profissionais, ampliando o uso de mão de obra especializada regional e incentivando a maior capacitação tecnológica de nossa região”, conta Júlio.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *