Painel do Associado

Núcleo Espírito Santo quer mostrar a importância de se associar à ABMS

segunda-feira, 15 de março de 2021 comentários

O Núcleo Espírito Santo é o mais novo da ABMS. Por isso, a Diretoria eleita para o biênio 2021-22 quer mostrar aos profissionais, aos estudantes e às empresas que atuam na área da geotecnia a importância de se associar à ABMS. “Nosso objetivo não é apenas trazer essas pessoas e empresas para a Associação”, explica o engenheiro Patrício Pires, presidente do Núcleo Espírito Santo da ABMS. “Queremos mais. Queremos contar com a contribuição delas para o desenvolvimento da engenharia geotécnica na nossa região e para o fortalecimento do Núcleo”.

Para chegar aos profissionais e empresas do setor, o Núcleo ES pretende promover debates para discutir os problemas da região e apresentar soluções. “Nossa missão é chegar até essas pessoas, convidá-las para o debate e, assim, fazê-las perceber que elas têm muito a contribuir com o Núcleo, a ABMS e a geotecnia de forma mais ampla”, afirma o presidente.

O Núcleo Espírito Santo já vem organizando regularmente eventos e cursos. Um dos objetivos desta gestão, no entanto, é sair um pouco do formato tradicional de palestra com perguntas ao final. A nova Diretoria quer investir em debates, discussões de problemas e apresentação de soluções, com mais participação do público.

Diretoria para o biênio 2021-22

A Diretoria do Núcleo Espírito Santo da ABMS para o biênio 2021-22 é liderada por Patrício Pires, professor da Universidade Federal do Espírito Santo. A vice-presidente é Carla Therezinha Alledi, professora do Instituto Federal do Espírito Santo, em Vitória. A linha de pesquisa dela é na área de fundações. O tesoureiro é Hugo França, que já atuou na gestão anterior. Ele trabalha em escritório de projeto de geotecnia.

Já Albano Lopes é o secretário executivo. Ele tem uma empresa de projetos e execução de fundações. Felipe Torres, secretário geral, também tem uma empresa que executa diversos tipos de fundações. O Núcleo conta ainda com a participação ativa do ex-presidente, Uberescilas Polido, que é professor aposentado da Universidade Federal do Espírito Santo e proprietário de um escritório de geotecnia.

Perfil do presidente

Patrício Pires é engenheiro civil, graduado pela Universidade Federal da Paraíba. Tem mestrado e doutorado em Geotecnia, com enfoque em tratamento de resíduos, pela PUC-Rio. Trabalhou na PUC-Rio como engenheiro de projeto e, em 2011, prestou concurso para a Universidade Federal do Espírito Santo. Foi aprovado e atualmente é professor e coordenador do Laboratório de Geotecnia.

Pires teve seu primeiro contato com a ABMS lendo anais de congressos, ainda como aluno de graduação. Durante o mestrado, começou a participar dos eventos promovidos pela entidade e, desde então, ainda como aluno, associou-se e participa ativamente dos eventos.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *