Painel do Associado

Núcleo Minas cumpre objetivo e atrai cada vez mais estudantes

quinta-feira, 17 de dezembro de 2015 comentários

mulheresgeotecnicas-minas-internaUma extensa programação de eventos e grande participação técnica – principalmente de futuros geotécnicos. Esse foi o ano de 2015, que se encerra com saldo positivo para o Núcleo Minas Gerais da ABMS. De acordo com a presidente do Núcleo, a engenheira Cássia Dinelli de Azevedo, um dos grandes feitos de 2015 foi atrair principalmente o interesse de estudantes de geotecnia e fundações. “Esse era um dos objetivos do Núcleo para o biênio que tem sido cumprido com sucesso”, diz. “Já temos um cadastro de estudantes interessados em integrar nossa associação em 2016. Eles estão ansiosos para participar dos próximos eventos da ABMS”. (Na foto, Cássia Azevedo – terceira da esq. para a dir. – com participantes e palestrantes do Mulheres Geotécnicas)

Eventos de 2015

No encontro “Mulheres Geotécnicas”, realizado nos dias 10 e 25 de março de 2015, as professoras Anna Silvia Peixoto, Teresinha de Jesus Espósito e as engenheiras Claudia Maria Cunha da Costa e Daviely Rodrigues Silva proferiram palestras técnicas para um público de mais de 100 pessoas. Além da troca de conhecimento, o evento teve como objetivo valorizar as profissionais da geotecnia que se destacam em suas áreas – e, consequentemente, estender o sentimento de valorização da mulher para outras áreas em que ainda são minoria.

Em maio, o Núcleo Minas Gerais lotou o MM Gerdau – Museu das Minas e do Metal, onde foi realizado o workshop “Projeto e Execução de Fundações com estacas metálicas Gerdau”, no dia 4 de maio, com o apoio da empresa Gerdau. O evento recebeu 180 participantes em Belo Horizonte.

Em agosto, o curso itinerante “Sistema de Estabilização e Proteção de Taludes Rochosos”, idealizado pelo Comitê Brasileiro de Mecânica das Rochas da ABMS (CBMR) e apresentado pela engenheira Anna Laura Nunes (ex-presidente do Núcleo Rio de Janeiro da ABMS) e do engenheiro Matheus Garcia (Maccaferri), chegou ao estado no dia 28 de agosto e atraiu cerca de 70 pessoas.

Em setembro, os engenheiros André Assis (presidente da ABMS e professor na Universidade de Brasília) e Aloysio Saliba proferiram as palestras “Abordagem Probabilística e Gestão de Riscos em infraestrutura geotécnica” e “Aplicação de Análise probabilísticas nos problemas geotécnicos”. As palestras aconteceram no dia 10, reunindo cerca de 70 pessoas.

palestramiltonvargas-minasEm novembro, Minas Gerais recebeu a última palestra da programação da Palestra Milton Vargas, proferida pelo engenheiro Romero Gomes. A palestra “Geotecnia aplicada à Mineração: Cenários e Perspectivas” atraiu mais de 100 pessoas, lotando totalmente o auditório da Escola de Engenharia da Universidade Federal de Minas Gerais. (Na foto, o público da Palestra Milton Vargas em MG)

Para encerrar o ano, em dezembro foram realizados o “Workshop Drenagem para Infraestrutura – Desafios e Soluções” com a empresa Maccaferri, que aconteceu no dia 2/12 e recebeu mais de 100 participantes, e o Almoço Geotécnico, na sua quinta edição, realizado no dia 10, com a palestra do professor Paulo Albuquerque sobre “Influência de estaca defeituosa em grupo de estacas”. O Almoço Geotécnico tem por objetivo encerrar as atividades do ano e contou com a presença de 52 pessoas entre associados, membros da diretoria do Núcleo e convidados.

Para 2016

cobramseg2016internaO próximo ano está, mais uma vez, recheado de eventos para comunidade técnica regional e nacional. Além da 18ª edição do Congresso Brasileiro de Mecânica dos Solos e Engenharia Geotécnica (Cobramseg 2016), que será realizado em Belo Horizonte no período de 19 a 22 de outubro outros quatro grandes eventos já estão agendados.

“Em março teremos a segunda edição do encontro Mulheres Geotécnicas, além de já estar programado um evento em parceria com a Associação Brasileira de Engenharia e Consultoria Estrutural – ABECE sobre Fundações, Contenções e sua relação com a Estrutura”, adianta a presidente Cássia Azevedo. “Também estamos preparando um evento especial sobre mineração e outro sobre geossintéticos”.

Balanço

Tantos eventos renderam bons frutos para o Núcleo Minas Gerais, segundo a presidente. “O ano de 2015 foi muito benéfico”, diz. “Todos os eventos programados para este ano foram realizados, além de outros que surgiram durante o período. O retorno do público em relação às nossas atividades foi muito bom. O Núcleo também estreitou relações com a Associação Brasileira de Engenharia e Consultoria Estrutural de Minas Gerais (ABECE-MG) e o Instituto Brasileiro de Avaliações e Perícias de Engenharia de Minas Gerais (IBAPE-MG), além de cumprir com o seu dever social com a escala de associados voluntários de plantão, coordenada pelo nosso vice-presidente Gustavo Vianna para atender a Defesa Civil do Estado”, avalia Cássia Azevedo.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *