Painel do Associado

Prêmio ABMS Jaime Gusmão destaca melhor trabalho de cunho social ou ambiental voltado à geotecnia

quinta-feira, 16 de abril de 2020 comentários

Dissertações de mestrado e teses de doutorado em que prevaleçam aspectos sociais ou ambientais e que tenham aplicabilidade na engenharia geotécnica são agora objeto de premiação na ABMS. O prêmio é aberto a qualquer profissional, desde que a sua contribuição possa se relacionar de alguma forma com a geotecnia. O nome do prêmio não poderia ser outro: Prêmio Jaime de Azevedo Gusmão Filho, que presidiu a ABMS de 1982 a 1984. “Segundo o próprio Jaime, ele escolheu a profissão de engenheiro por permitir ajudar e melhorar a vida de muitas pessoas com a realização de obras coletivas de grande alcance social”, ressalta o engenheiro José Camapum de Carvalho, idealizador do prêmio. “Ele sempre foi uma pessoa preocupada com a sociedade e com as questões ambientais”.

José Camapum de Carvalho sugeriu ao Conselho da ABMS a criação do Prêmio Jaime de Azevedo Gusmão Filho. A ideia do prêmio surgiu da percepção da necessidade de levar a sociedade à reflexão de que a engenharia pode contribuir muito para solucionar problemas. “Muitos estão ligados a questões sociais e ambientais e a engenharia pode colaborar interagindo com as mais diferentes áreas”, destaca Camapum.

Com a aprovação do Conselho, criou-se uma comissão para estabelecimento do regulamento e dos critérios da premiação. A comissão foi formada pelos engenheiros Manuel de Almeida Martins e José Camapum de Carvalho e presidida por Ricardo Nascimento Flores Severo. Em novembro de 2018, o Prêmio Jaime de Azevedo Gusmão Filho foi estabelecido formalmente pela ABMS e a primeira edição acontecerá na 20ª edição do Cobramseg, congresso que foi adiado para abril de 2021 por conta da pandemia do novo coronavírus.

“Fiquei muito feliz pela sugestão ter sido acatada pela ABMS. Este é um prêmio muito importante para a comunidade técnica brasileira, para aquelas pessoas que estão atuando na área social e ambiental”, afirma Camapum. “Este prêmio no nome do professor Jaime enobrece a ABMS e a comunidade técnico-cientifica do país por todas as contribuições que ele deu à engenharia geotécnica e à sociedade brasileira”.

Inscrições e regras

O Prêmio Jaime de Azevedo Gusmão Filho será concedido a cada dois anos, sempre durante o Cobramseg. Serão alternadas as premiações para dissertações de mestrado e teses de doutorado, começando pelas dissertações, em 2020.

Os interessados a concorrer à primeira edição do Prêmio têm até o dia 15 de maio para fazer a inscrição, que deve ser efetuada pelo próprio autor da dissertação – no caso da premiação de 2020. O candidato ou seu orientador deve ser associado à ABMS ou a uma das entidades parceiras – ABEF, ABGE ou IGS Brasil.

Para saber os detalhes e fazer a sua inscrição, acesse aqui o estatuto do Prêmio Jaime de Azevedo Gusmão Filho.
http://www.abms.com.br/links/Premio%20Jaime%20de%20Azevedo%20Gusmao%20Filho_10Marco_2020.pdf

Acesse aqui a ficha de inscrição.

Conheça abaixo a história do engenheiro Jaime Gusmão.


Comentários


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *