Painel do Associado

Prêmio Terzaghi vai para Tarcísio Barreto Celestino

sexta-feira, 18 de dezembro de 2020 comentários

A premiação mais importante da ABMS leva o nome de Karl von Terzaghi, o pai da mecânica dos solos e da engenharia geotécnica. O Prêmio Terzaghi da ABMS reconhece o autor do melhor trabalho ou do melhor conjunto de trabalhos publicados no Brasil. A premiação celebra aqueles que dedicaram grande parte de suas carreiras a produzir pesquisas, livros e artigos de grande relevância para o meio técnico. O novo condecorado com esse prêmio (referente ao biênio 2018/19) é o engenheiro e professor Tarcísio Barreto Celestino, ex-presidente do Comitê Brasileiro de Túneis (CBT) e da Associação Internacional de Túneis e do Espaço Subterrâneo (ITA).

Celestino é um dos poucos engenheiros da história da entidade a ganhar o Prêmio Terzaghi e o Prêmio Manuel Rocha da ABMS. Este último homenageia as carreiras dos profissionais que realizam grandes feitos em prol do desenvolvimento da geotecnia brasileira. Além de Tarcísio Celestino, apenas Dirceu de Alencar Velloso, Luciano Décourt e Nelson Aoki levaram ambas as premiações.

O engenheiro relembra a surpresa de ter ganhado, em 2012, o Prêmio Manuel Rocha da ABMS. Ele conta que tinha expectativas de levar para casa o Prêmio José Machado (que reconhece o melhor projeto geotécnico do último biênio), uma vez que havia submetido um trabalho para concorrer àquele Prêmio.

“No Cobramseg 2012, realizado em Porto de Galinhas (PE), lembro de receber as parabenizações dos colegas a caminho da Reunião de Conselho da ABMS e fiquei feliz por entender que havia conquistado o Prêmio José Machado”, diz Tarcísio. “Só então soube que havia levado o Prêmio Manuel Rocha, que é ainda mais relevante!”.

Tarcísio Barreto Celestino

Esse é um dos motivos que fazem Tarcísio Celestino sentir-se honrado em receber esses dois importantes prêmios da ABMS. “Estar ao lado dos demais agraciados com essa premiação é uma grande honra e também me coloca em uma posição de responsabilidade”, declara. “Significa, para mim, que a comunidade técnica me olha com os mesmos olhos que reconheceram Luciano Décourt, Dirceu Velloso e Nelson Aoki, que são três grandes engenheiros”.

A carreira de Tarcísio Celestino

Tarcísio Barreto Celestino durante o WTC 2014

Tarcísio Barreto Celestino formou-se engenheiro civil formado pela Escola Politécnica da Universidade de São Paulo em 1972. Logo começou a atuar na Themag Engenharia, onde ainda atua como Gerente de Engenharia Civil. Em 1978, obteve o título de mestrado em Engenharia Civil pela Universidade da California, Berkeley. Um pouco mais tarde, em 1981, conquistou o doutorado em Engenharia Civil pela mesma universidade.

Celestino aliou sua atuação no mercado e sua produção acadêmica à participação em entidades técnicas importantes. De 1984 a 1987, assumiu a presidência da Associação Brasileira de Geologia de Engenharia (ABGE). E de 1988 a 1991, foi vice-presidente da Associação Internacional de Mecânica das Rochas (ISRM) para a América do Sul. Ao mesmo tempo, assumiu a presidência do Núcleo São Paulo da ABMS, de 1989 a 1991.

Assumiu também a presidência do Comitê Brasileiro de Túneis (CBT) da ABMS por duas vezes: entre 2007 e 2010 e mais recentemente, de 2015 a 2016. Em 2016, foi eleito para ocupar a presidência da Associação Internacional dos Túneis e do Espaço Subterrâneo (ITA) até 2019.

Sua atuação na academia como professor também é de longa data. Desde 1989, é Professor Doutor no Departamento de Geotecnia da Escola de Engenharia de São Carlos, Universidade de São Paulo (EESC-USP).

Passou, ainda, por universidades renomadas no Brasil e no exterior, como a Institute for Infrastrucutral, Hydraulic and Environmental Engineering (IHE DELFT), na Holanda, a École Polytechnique Fédérale de Lausanne (EPFL), na Suíça. Além de programas formais em universidades, lecionou em cursos rápidos e em programas de treinamento, com destaque para o Committee on Education and Training da ITA (ITACET) em cerca de vinte países.

Tarcísio Barreto Celestino publicou centenas de artigos, vários livros e capítulos de livros. Confira toda a sua produção bibliográfica acessando o seu currículo Lattes: http://lattes.cnpq.br/6185392150719799


Comentários


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *