Painel do Associado

Prof. Jacques de Medina falece aos 94 anos no Rio de Janeiro

sexta-feira, 11 de janeiro de 2019 comentários

É com pesar que a ABMS comunica o falecimento do Prof. Dr. Jacques de Medina. Associado emérito da ABMS e um dos fundadores da Associação Brasileira de Pavimentação, Medina era Professor Emérito da Universidade Federal do Rio de Janeiro, atuando intensamente na COPPE/UFRJ, cujo Laboratório de Geotecnia fora batizado com seu nome. Foi também responsável por introduzir a Mecânica dos Pavimentos no Brasil e por criar o Método de Dimensionamento Nacional, além de ter contribuído nas montagens de laboratórios de referência também no Departamento de Estradas de Rodagem no Rio de Janeiro (DER-RJ) e no DNER – atual Departamento Nacional de Infraestrutura de Transporte (DNIT).

A ABMS lamenta profundamente o falecimento do professor que tanto contribuiu para a geotecnia nacional e deixa suas sinceras condolências aos familiares e amigos deste grande engenheiro.

O velório acontecerá no dia 12 de janeiro de 2019, das 9h às 12h, no Memorial do Carmo – Rio de Janeiro, RJ.

Carreira

Jacques de Medina formou-se em engenharia civil em 1947 e em engenharia elétrica em 1948 pela então Universidade do Brasil – atual Universidade Federal do Rio de Janeiro. Em 1951, conquistou seu título de mestre pela Universidade de Purdue, em Indiana (EUA).

Ingressou no Departamento Nacional de Estradas de Rodagem (DNER) em 1948, onde montou laboratórios de referência, introduzindo no país os ensaios de carga repetida de solos e misturas asfálticas e ensaios equivalentes de areia.

Em 1959, fundou a Associação Brasileira de Pavimentação ao lado de nomes como Aldenor Ribeiro Campos, Décio Nascentes da Silva, Fernando Fonseca Martins, Francisco Bolívar Lobo Carneiro, Manuel Ribeiro Alves Filho, Mario Kabalem Restom, Paulo Alvim Monteiro de Castro, Saul Birman e Washington Juarez de Brito. Concretizava-se assim o ideal compartilhado com o químico Pontes Corrêa.

Já em 1968, assumiu a coordenação da área de geotecnia do Programa de Engenharia Civil da COPPE/UFRJ, implantada em 1967 por Willy Lacerda. Lá, criou disciplinas, montou laboratórios de referência, introduziu novos métodos numéricos, formou grupos de pesquisa de prestígio nacional e ajudou a mudar o cenário da pavimentação de estradas no Brasil.

Até 1994, ano em que se aposentou, Medina orientou 35 dissertações de mestrado e teses de doutorado. Mesmo após se aposentar, continuou sua produção acadêmica e, até 2006, publicou um total de 105 artigos em periódicos e congressos nacionais e internacionais, sendo ainda autor de oito livros.

Em 1996, como reconhecimento pela trajetória acadêmica, o Laboratório de Geotecnia da Coppe foi batizado com seu nome. Em 2008, recebeu o título de Professor Emérito da UFRJ. Em 2016, foi homenageado ao lado de Willy Lacerda pelo Programa de Pós-Graduação da Universidade Federal do Rio de Janeiro num simpósio organizado pelo grupo de Geotecnia do Programa de Engenharia Civil da COPPE.

Com informações da COPPE/UFRJ e da Associação Brasileira de Pavimentação.


Comentários


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *