Painel do Associado

Renato Cunha assume como novo editor da revista Soils and Rocks com planos para profissionalização da revista

segunda-feira, 09 de março de 2020 comentários

A revista Soils and Rocks ganhou novo corpo editorial. O engenheiro e professor Renato Cunha foi nomeado editor da revista, uma indicação da Diretoria da ABMS, e assumiu o cargo no início do ano. Depois da surpresa, Cunha disse que se sentiu muito feliz e honrado com a notícia. “É sempre muito bom poder ajudar a nossa área, os nossos amigos e apoiar a direção da ABMS. Eu estou à disposição para fazer o meu melhor, com uma atuação transparente e profissional”, afirma o novo editor. “Agradeço à direção da ABMS pelo convite e à antiga equipe da Soils and Rocks que tem me dado todo o suporte necessário para a transição”.

O corpo editorial já começou os planejamentos para os próximos anos da revista. Os principais objetivos levantados por Renato Cunha e o secretário do Executive Board, Gilson Gitirana, são a atualização do site da Soils and Rocks, a melhora na nota de qualificação e a profissionalização da revista com novas ideias que oxigenem o sistema. Dentre as sugestões dos membros do Executive Board existem propostas de avaliação às cegas, implementação de estatísticas de participação de revisores e autores, critérios para priorizar a publicação, introdução de sistemas de referenciamento e divulgação de edições antigas e novas.

Segundo Cunha, a equipe já está trabalhando junto com a Diretoria da ABMS para a atualização do site, uma nova plataforma que terá o objetivo de ajudar a gerenciar as informações de revisão e as publicações da Soils and Rocks. “Temos discutido também a melhoria dos índices da revista e, nesse sentido, acreditamos que há muito a se fazer”, completa Gitirana.

O novo editor também se preocupa com o reconhecimento da revista pela comunidade técnica e sociedade civil. “A expectativa é que nos deem um voto de confiança para que possamos realizar o nosso trabalho e levantar as notas de qualificação da revista, de forma que volte a ser de interesse do profissional brasileiro publicar na Soils and Rocks”, completa Cunha. “Buscaremos obter formas de valorização do pesquisador que atua com seu tempo e sua expertise na revista, revisores ou autores, junto aos órgãos de fomento, como CNPq e CAPES”. Valorizar a revista, segundo o editor, significa “valorizar a pesquisa geotécnica nacional, de preferência se esta for publicada no Brasil em um meio internacional como a Soils and Rocks”.

Neste sentido, o editor pede a colaboração de todos os agentes que fazem parte da comunidade Soils and Rocks, desde autores, revisores e membros do Editorial Board, para que todos trabalhem para agilizar os processos internos, visando à melhoria da revista. “Uma das maneiras de motivação é a aplicação de critérios de prioridade, ainda em discussão, de forma a incentivar os que participam do processo a ter agilidade em seus pleitos de submissão, revisão e eventualmente publicação – procurando-se manter, é claro, a qualidade do produto.”

Com apoio da gestão anterior e da ABMS e Sociedade Portuguesa de Geotecnia, que gerem a revista, a nova equipe pretende dar continuidade aos trabalhos anteriores, como a regularidade de publicação da revista. Outro projeto que deve continuar é a implementação do registro DOI (Digital Object Identifier) para os artigos publicados na revista. “Isso é importante para a visibilidade nos indexadores. Com isso, os trabalhos publicados atingem mais leitores e tendem a ser mais referenciados”, explica o secretário do Board, Gilson Gitirana

Além do novo editor, a revista passou também por outras mudanças. O professor Paulo Hemsi, antigo editor, passa a atuar no Executive Board, juntamente com os novos membros, os professores Gilson Gitirana e Paulo Albuquerque. O professor José Couto Marques permanece na equipe como Co-editor e a equipe conta com o apoio “extraoficial” do professor José Schiavon, antigo secretário da revista, e do engenheiro Fernando Monteiro, associado à ABMS. “São dois colegas da comunidade geotécnica que têm prestado relevantes serviços em termos da operacionalização, da implementação de estatísticas e da visualização do novo site, que em breve estará disponível”, reconhece Renato Cunha.

Novo editor

Renato P. Cunha é Professor Titular da Universidade de Brasília, atuando em nível de graduação e pós-graduação, respectivamente, no Departamento de Engenharia Civil e Ambiental e no Programa de Pós-Graduação em Geotecnia. Formado engenheiro civil pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (1985), possui mestrado em engenharia civil pela Coordenação dos Programas de Pós-Graduação em Engenharia (1988), doutorado em Geotecnia pela University of British Columbia – UBC do Canadá (1994), e pós-doutorado na Universidade de Sydney – USYD da Austrália (1999) e no Instituto Superior Técnico – IST de Portugal (2019).

Tem perfil de Pesquisador 1-C do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico – CNPq, sendo consultor ad hoc deste órgão e da CAPES, além de revistas técnicas nacionais e internacionais da área geotécnica.

Acesse aqui o CV completo do novo editor da Soils and Rocks.

Gestão anterior

Esteve à frente da edição da Soils and Rocks nos últimos três anos o engenheiro e professor Paulo Hemsi (foto à direita). Ele agradece a experiência enriquecedora que a revista proporcionou e salienta a responsabilidade que é conduzir “uma revista da importância e da tradição da Soils and Rocks, e o que ela representa para a comunidade geotécnica”.

Algumas das realizações alcançadas por Hemsi e sua equipe foram a manutenção da regularidade da revista, a criação da função do secretário do Executive Board, que contribui com o editor e agiliza os processos de revisão e publicação, a implementação dos registros do DOI (Digital Object Identifier) em todos os artigos publicados e a inserção no Web of Science, site de banco de dados de citações acadêmicas.

“Tenho que agradecer a muitos colegas que me apoiaram nas atividades da revista. Meu agradecimento especial ao caro professor Waldemar Hachich, editor anterior da Soils and Rocks, por confiar que a revista estaria em boas mãos, e às duas gestões mais recentes da ABMS, nas pessoas dos presidentes Alessander Kormann e Alexandre Gusmão”, finaliza Hemsi.

 


Comentários


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *