Painel do Associado

Túneis imersos. Seminário em São Paulo reunirá os mestres da técnica no mundo

quarta-feira, 16 de outubro de 2013 comentários

O túnel Santos-Guarujá será o primeiro túnel imerso do Brasil. Países da Europa e Ásia, no entanto, já utilizaram essa técnica em diversos projetos. Para discutir e compartilhar conhecimento técnico sobre o método, que pode beneficiar não só os municípios de Santos e Guarujá como outras cidades brasileiras, será realizado nos dias 8 e 9 de novembro, na cidade de São Paulo, o Seminário sobre Túneis Imersos. O evento vai receber alguns dos mestres da técnica no mundo, dentre eles o engenheiro holandês Hans de Wit e o engenheiro Lars Christian F. Ingerslev, que têm grande experiência em obras com túneis imersos pelos Estados Unidos, Europa, Oriente Médio e Ásia.

“O objetivo do seminário é disseminar a cultura de pesquisas e aplicações de túneis imersos, sempre a favor da infraestrutura brasileira”, diz Hugo Cássio Rocha, presidente do Comitê Brasileiro de Túneis. O Seminário sobre Túneis Imersos (Seminar on Immersed Tunnels) é uma realização do Comitê Brasileiro de Túneis e da Fundação ITACET (Fundação para Educação e Treinamento da ITA – International Tunnelling and Underground Space Association).

De acordo com o presidente do CBT, o seminário internacional vai ser uma oportunidade para que os profissionais de engenharia civil e empresas do setor conheçam detalhadamente as técnicas utilizadas em outros países na construção de túneis imersos – tudo isso por meio de palestras apresentadas por renomados especialistas sobre o assunto.

“Esses profissionais vão expor obras que podem servir de base na implantação de projetos de túneis imersos no Brasil, como na Bahia, Santa Catarina e Espírito Santo”, comenta Hugo Rocha. “Como é uma técnica que ainda não é dominada pela engenharia brasileira, as experiências e os conhecimentos desses profissionais serão muito bem-vindos”.

Mais túneis imersos no Brasil

O engenheiro Tarcísio Barreto Celestino, professor de engenharia civil pela Universidade de São Paulo e ex-presidente do CBT, estará presente no Seminário para apresentar possíveis projetos de obras no Brasil que podem utilizar o método do túnel imerso. “Existem muitas soluções de travessias que foram adotadas e resolvidas por outros métodos e que seriam muito mais eficientes se tivessem sido feitas com túneis imersos”, aponta Celestino. “Além disso, ganharíamos muito mais em relação à preservação do meio ambiente, já que a construção de um túnel imerso é menos agressiva à natureza do que a construção de pontes, por exemplo”.

Um desses projetos é o de ligação entre as cidades de Vitória e Vila Velha (ES), separadas pela Baía de Vitória, cuja proposta é a construção de um túnel imerso. Em 2011, o governo do Estado do Espírito Santo apresentou o conceito do túnel imerso e o lançamento do edital para desenvolver o projeto, que faz parte do conjunto de intervenções viárias do Estado com o objetivo de melhorar a mobilidade urbana da Região Metropolitana de Vitória.

A solução do túnel imerso também foi uma das propostas apresentadas em 2012 ao Governo do Estado de Santa Catarina, que será utilizado para ligar a Ilha de Santa Catarina ao continente.

Já o governo do Estado da Bahia pretende executar entre 2014 e 2015 a construção de uma ponte ligando a capital, Salvador, à Ilha de Itaparica. Esse é um exemplo no qual a solução do túnel imerso poderia ser aproveitada. “Seria mais vantajoso se fosse escolhida uma solução mista como há na Europa, ou seja, pontes rasas com ligação a um túnel imerso”, observa Celestino. “Essa opção não atrapalharia a navegação e é mais vantajosa ambientalmente do que a construção de uma grande ponte”.

Vantagens do túnel imerso

Para o Comitê Brasileiro de Túneis, comparada à construção de pontes ou túneis escavados para a travessia de pedestres e motoristas, o túnel imerso, dependendo das condições fisiográficas (geologia, relevo, profundidade da lamina d’água, ombreiras) pode apresentar vantagens significativas em relação aos outros métodos, também muito importantes. “Neste caso, é vital para o maior porto da América Latina que seja preservada a possibilidade de receber navios de todos os calados e alturas. O túnel imerso não vai oferecer qualquer barreira a essas atividades, o que não seria garantido caso a solução escolhida fosse a construção de uma ponte”, declara Hugo Cássio Rocha.

Além disso, do ponto de vista econômico, a manutenção dos empreendimentos é um ponto relevante. “As áreas de superfície geram muito mais manutenção do que partes subterrâneas, em especial na zona marítima onde o ataque químico do cloreto é muito agressivo”, destaca Rocha. “Este é um fator tão amplamente conhecido pela comunidade técnica que as exigências dos concretos nas obras são maiores na zona de aeração do que abaixo do nível da água”.

Fundação ITACET (ITACET Foundation)

A Fundação ITACET é uma organização sem fins lucrativos ligada à International Tunnelling and Underground Space Association (ITA-AITES) que visa promover conhecimento sobre o espaço subterrâneo por meio de cursos de treinamento na área de túneis para profissionais da engenharia. Desde a sua criação em 2009, a Fundação ITACET realizou 25 cursos e promoveu 105 palestras em 17 países. Para saber mais, acesse aqui o site da Fundação ITACET.

Seminário sobre Túneis Imersos (Seminar on Immersed Tunnels)

O seminário organizado pelo CBT e pela Fundação ITACET será realizado nos dias 8 e 9 de novembro de 2013, no Instituto de Engenharia, localizado na Av. Dr. Dante Pazzanesi , 120, bairro Moema, em São Paulo.

O valor das inscrições para estudantes que queiram participar dos dois dias de evento é de R$ 250,00. Para associados à ABMS e/ou CBT, as inscrições são de R$ 690,00. Já os não associados poderão se inscrever mediante o pagamento de R$ 790,00. Os interessados que desejarem comparecer em apenas um dos dias de evento devem efetuar o pagamento de R$ 400 para se inscrever.

O pagamento poderá ser efetuado por depósito bancário no banco Itaú, agência 0300, conta corrente nº 16005-8 (CNPJ: 58.402.579/0001-07).

Já as inscrições devem ser efetuadas por meio do telefone (11) 3768-7325 (falar com Vanda) ou pelo e-mail vanda@tuneis.com.br. No e-mail, deve constar o comprovante de depósito, nome completo, nome da empresa em que atua, telefone e e-mail, além de um comprovante da faculdade caso o interessado seja estudante. Aqueles que preferirem podem efetuar o pagamento da inscrição no dia do evento, com cartão de crédito. Neste caso, no entanto, é necessário enviar e-mail para vanda@tuneis.com.br e reservar a inscrição a fim de garantir sua vaga.

 


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *